O Radar Fiscal na AutoNor 2015

CRISE ECONÔMICA DO PAÍS É DISCUTIDA NA 10ª AUTONOR

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    Category Em: Olinda Tags

crOs efeitos da atual crise econômica do País sobre a cadeiada indústria automotiva” e o “Controle do Governo sobre as pessoas e as empresas” serão os temas da plenária da Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças (Andap), que será realizada nesta quinta-feira (17), no Centro de Convenções de Pernambuco, às 9h30.

O evento reunirá empresários e executivos de todo o Brasil que estão no Recife participando da 10ª edição da Feira de Tecnologia Automotiva (Autonor) que começou ontem (16) e vai até o próximo sábado (19).

A Autonor reúne profissionais do setor, como lojistas, distribuidores, balconistas e mecânicos, mas também homens e mulheres apaixonados por carros, que também desejam ficar por dentro das últimas novidades do segmento. São cerca de 450 expositores, incluindo os principais fabricantes de autopeças do país.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Sistemas Integrados de Gestão: desafio à competência.

O E-book acima foi editado pela Simplíssimo Livros e se encontra a venda na Ibookstore, no Google Play, no UOL e no IBA. Vejam o resumo da obra neste blog e visitem as lojas. O livro ficou muito bom e contém diversas tabelas de suporte à decisão.

Publicado em Apresentação | Comentários desativados

Monetização de Créditos Tributários: Grave Dificuldade.

Notícia veiculada no Jornal Valor Econômico de 29 de agosto de 2013 sob o título “LBR foi “falha de diagnóstico”, admite BNDES”, lista entre os motivos que levaram à recuperação judicial da empresa – que conta com aportes de cerca de R$ 700 milhões por parte do BNDES – a “dificuldades de monetização de créditos tributários”.

De fato, recuperar créditos tributários junto aos Governos é tarefa extremamente difícil e muito demorada. Isto pode efetivamente inviabilizar empresas e a atenção aos créditos oriundos de transações comerciais (em especial créditos de ICMS) é necessária. A melhor solução é planejar as operações de formas a não gerar créditos.

Publicado em Apresentação | Comentários desativados

Guerra Fiscal

O noticiário econômico tem colocado ênfase na chamada Guerra Fiscal. Os argumentos trazidos a público pelos principais Secretários de Fazenda defendem os patamares de arrecadação correntes e consideram sua perda para terceiros um “saque”. Já os Secretários de Fazenda com pequenas arrecadações trabalham ativamente para aumentar seu bolo e criar melhores condições de serviços públicos em seus domínios. Não enxergam isto como um “saque”, mas sim como solução para problemas reais e utilizam intensivamente incentivos que motivem o capital a migrar para suas regiões.  Isto não é necessariamente deletério nem prejudicial ao país como um todo, pois preços de produtos beneficiados por incentivos são menores, beneficiando o cidadão contribuinte. É claro que se um Estado ganha, outros perdem, mas todos querem o melhor para seus contribuintes e cidadãos. A falha está em não se encontrar equilíbrio e sincronismo nas ações de ambos e na dificuldade de negociar mudanças fundamentais de curto prazo e grande alcance. O Brasil está buscando um novo nível de desenvolvimento que permita a qualquer cidadão do País dispor de serviços públicos eficientes e dignos. Não é uma questão de quantidade de dinheiro. É uma questão de isonomia. O volume arrecadado é razoável e aumento de arrecadação não deveria ser um indicador de desempenho tão valorizado. Os contribuintes têm limites. Leia o artigo Guerra Fiscal? Então Vamos à Guerra! seguindo o link http://www.revistamercadoautomotivo.com.br/Guerra-fiscal/28/r/.

Publicado em Apresentação | Comentários desativados

Informações

Resolução do Senado Federal 13/2012 (PRS 72/10): A aprovação da proposta 72/10 deu origem à RSF 13/2012, em vigor desde 01/01/2013: transações interestaduais com produtos importados não considerados nacionalizados e sem similar nacional tem alíquota interestadual de 4%. Quando ocorre a combinação de Substituição Tributária do ICMS e Tributação interestadual de 4%, o acúmulo de créditos tributários do ICMS em alguns estados poderá inviabilizar a empresa, do ponto de vista financeiro. Neste casos, é melhor considerar a ST e o diferencial de alíquota de compra x Alíquota de venda como custo mesmo. Alternativamente, modifique seu processo de compra e venda por meio de planejamentos tributários lícitos e mantenha a competividade.

Nova incidência tributária em São Paulo: Desde 01/05/2012 foi alterado o % de IVA para Autopeças no Estado de São Paulo. Os distribuidores baseados no Estado que mantém grande volume de transações com outros Estados terão forte impacto em suas finanças.

Obrigações em dose dupla:Dacon não foi eliminado para aqueles contribuintes (Lucro Real) obrigados à entrega do SPED-Contribuições. Até que isto seja definido oficialmente, deve ser mantida a entrega do Dacon. E atenção para os muitos detalhes requeridos na elaboração dos arquivos do SPED-Contribuições. É recomendado fazer, em paralelo, a montagem do Dacon e do SPED-Contribuições.

Publicado em Soluções e Serviços | Com a tag | Comentários desativados

Bem vindo ao Radar Fiscal

O Radar Fiscal foi desenvolvido para analisar e divulgar os detalhes das informações colhidas pelos orgãos de fiscalização. O volume, frequencia, nível de detalhe e cruzamento de informações pode resultar em problemas para os contribuintes, portanto, alertamos a todos para que tomem os devidos cuidados ao declarar qualquer transação para orgãos públicos. Leia os artigos publicados nas Revistas Mercado Automotivo e Anfamoto, além do Jornal Contábil. Os artigos podem ser acessados a partir dos links ao lado.

José Carlos Guarino

Publicado em Apresentação | Comentários desativados

Nossos Serviços

Sua Empresa e também Você podem contar com nossos serviços especializados.

- Analisamos a situação economica da empresa, sua estrutura de controle e identificamos eventuais procedimentos incorretos que possam levar à autuações no futuro e consequente desvalorização do negócio. Avaliamos em conjunto com os Diretores a real situação, calculamos o valor de sua empresa e organizamos a correção de operações em geral, elevando substancialmente o valor do negócio;

- Estudamos a estrutura de custos, o processo de formação de preços e a adequada aplicação de regras nas transações comerciais da empresa, contribuindo para a efetiva elevação da lucratividade do negócio com benefícios para a situação financeira;

- Avaliamos os sistemas de processamento de informações da empresa e sua adequacidade à exigências atuais. Isto inclui a capacitação da equipe interna para o uso das ferramentas de informática para um efetivo benefício econômico para o negócio, sem descuidar da correta escrituração contábil e fiscal e sua transmissão para os organismos de controle fiscal;

- Realizamos palestras ou desenvolvemos programas específicos para seu segmento de negócio, incluindo o acompanhamento, capacitação e suporte aos jovens empresários no processo de sucessão empresarial.

Entre em contato conosco! Teremos prazer em atendê-lo!

José Carlos Guarino > guarino@evolutional.com.br

Publicado em Palestras | Com a tag | Comentários desativados

Uma Palestra de Informação e Alerta aos Empresários

Dom Quixote?

Armas do contribuinte brasileiro

Continue lendo

Publicado em Palestras | Comentários desativados

Seus Créditos Originados de ICMS-ST Estão Ficando Enormes:

Já pensou em recuperar o ICMS-ST sobre as operações que não tem incidência? Procedimentos de cálculo de preços de venda e registro contábil podem resultar em pagamento de impostos sobre créditos de difícil recuperação. Isto pode representar muito dinheiro e todo cuidado é necessário para evitar problemas posteriores. Fale conosco. Temos soluções efetivas para resolver este problema.

Quanto maior o % de Margem de Valor Agregado aplicado ao produto, maior a representatividade. Considere uma compra de Autopeça, com o atual  65,94% (SP) de MVA, IPI de 10% e ICMS Interno de 18%. Na Venda para outro Estado, com alíquota interestadual de 4%, a seguinte conta deve ser feita:

Considerando um Valor de $ 100,00, posso ter um crédito de ICMS na compra de $ 18,00 + ICMS-ST de $ 14,86 = $ 32,86. Aplicando um Markup de 50% na venda, será devido o valor de $ 6,00 pela operação interestadual ($ 150,00 @ 4%). O crédito líquido será de $ 32,86 – $ 6,00 = $ 26,86, o que é muito dinheiro para esquecer! Porém, é quase impossível recuperar estes créditos em curto prazo. Evitar a geração de créditos é fundamental, o que só pode ser viabilizado com um seguro planejamento operacional.

Publicado em Soluções e Serviços | Com a tag | Comentários desativados